Os alimentos aliados e inimigos da saúde dos ossos

Dra. Dai Cavalcanti, Nutrição

Publicado em 18/10/2017 - Atualizado em 02/07/2022



 

Muitas pessoas acreditam que para uma boa saúde óssea basta consumir alimentos ricos em cálcio, mas existem outros fatores que influenciam uma boa saúde óssea como alguns fatores metabólicos, nutrientes e anti-nutrientes que estão envolvidos na melhor absorção, na fixação e na perda do cálcio. Entre os principais envolvido na absorção e fixação do cálcio no osso estão o magnésio, vitamina D e vitamina K.

       

Primeiramente deve-se pensar num intestino saudável, pois é no intestino delgado que o cálcio é absorvido. Portanto, uma flora equilibrada é essencial, probiótico e prebiótico  devem  estar presentes na dieta. Probióticos são encontrados em alguns tipos específicos de iogurte, coalhada caseira e kefir e em alguns casos suplementados. Já o consumo de chicória, cebola , alho, biomassa de banana verde, missô, inulina – são fontes importantes de  prebióticos. A intenção é manter um ph intestinal que favoreça a absorção do cálcio.

          

Alguns alimentos EM EXCESSO podem ter impacto negativo sobre os ossos dificultando a sua absorção ou estimulando a perda deste mineral, o sal (cloreto de sódio) - elimina cálcio através da urina, as bebidas à base de cafeína – que se associado a baixo consumo de cálcio podem ter problemas, bebidas gaseificadas artificialmente, fitatos (presente no trigo cru, por exemplo) quando em excesso podem atrapalhar a absorção de cálcio e até influenciar na perda do cálcio ósseo. Já excesso de açúcar refinado, farinha branca, aspartame, excesso de proteína animail, antibióticos, queijos processados podem acidificar o ph sanguíneo prejudicando ainda mais a saúde óssea, principalmente em pessoas que já tem diagnóstico para osteoporose.

Para equilibrar este estado já que dificilmente se consegue evitar todos estes alimentos, deve-se procurar aumentar o consumo dos alimentos aliados aos ossos, que ajudando na absorção e fixação deste mineral e no equilíbrio do ph sanguíneo: vegetais, frutas e verduras. Já como fonte de cálcio, o leite mesmo sendo um dos alimentos de maior biodisponibilidade deve ser consumido com cautela, uma vez que qdo em excesso pode contribuir para acidificar o ph sanguíneo, por isso outras fontes de cálcio com boa disponibilidade do mineral devem ser incluídas: vegetais de folha verde escura, feijões, brócolis, couve, nozes, tofu, linhaça.

Deixe um comentário

Comentários:

12/01/2021 - 20:37:18
Gilberto Garcia disse:
Outro especialista diz que nozes são prejudiciais. Quanto só tufu, que é feito de soja que não contém cálcio. !!!??? disse:
16/03/2020 - 19:55:37
carla figueredo disse:
Prezados! boa tarde.Amei a postagem.Preciso de ajuda fiz uma cirurgia do intestino ( foi retirado 25 cm) meu intestino é muito desregulado.Preciso de ajuda na alimentação.pois muitas coisas me dá gases,passo muito mal.graças a Deus nao precisei de fazer radio ou quimio.Deus e nossa Senhora me curou. MAS PRECISO CUIDAR. POIS ESTOU NA MENOPAUSA E NAO POSSO TOMAR HORMONIOS.. tenho muitos gases e nao posso comer nada de leite ou derivados. E também nao tenho dinheiro para comprar coisas caras. disse:
19/04/2019 - 06:56:33
PAULO LUCIANO ALEXANDRE PEREIRA disse:
Gostei muito das dicas, vou tentar mudar minha dieta . disse:

COPYRIGHT

© BrazilHealth

LINKS IMPORTANTES

Home

Heads

Vídeos e Artigos

Médicos e Outros Profissionais

Parceiros

Contato