Quais desodorantes que mais causam alergia?

Dr. JorgeAndrade Pinto, Alergia e Imunologia

Publicado em 09/09/2019 - Atualizado em 14/06/2021



Desodorantes e antiperspirantes são os cosméticos mais comumente utilizados pela população. Desodorantes são usados para mascarar o odor. Antiperspirantes reduzem a quantidade de suor produzida.

Os desodorantes têm 2 mecanismos de ação:

1) substâncias antimicrobianas que reduzem a quantidade de bactérias produtoras de odor,

2) fragrâncias que mascaram o odor produzido. O  ingrediente ativo dos antiperspirantes é o alumínio, que reduz a sudorese bloqueando as glândulas sudoríparas.

Esses produtos geralmente são muito seguros mas seus ingredientes podem causar sintomas alérgicos em pessoas sensíveis. Os componentes dos desodorantes mais comumente associados à alergias são o álcool, as diversas substâncias associadas às fragrâncias e o alumínio e seus derivados.

Os sintomas alérgicos mais frequentes são:

  1. Vermelhidão da pele: inflamação que pode evoluir para ressecamento e espessamento;

  2. Queimação e coceira locais: são os sintomas mais comuns;

  3. Escurecimento da pele: surge com o uso prolongado de desodorantes em pessoas alérgicas, a coceira e o trauma local contribuem para agravar o sintoma. É reversível com a interrupção do uso;

  4. Espirros: em pessoas alérgicas à fragrâncias;

  5. Tosse, chieira e dificuldade para respirar em pessoas muito sensíveis;

  6. Sintomas oculares: observado em desodorantes formulados em spray, ocorre pela volatilização das substâncias alergênicas.

É importante que o paciente esteja atento aos sintomas iniciais de alergia e procure orientação médica. O alergologista e/ou dermatologista saberá identificar os componentes causadores de alergia e indicar alternativas de produtos seguros e eficazes.

Deixe um comentário

Comentários:

COPYRIGHT

© BrazilHealth

LINKS IMPORTANTES

Home

Heads

Vídeos e Artigos

Médicos e Outros Profissionais

Parceiros

Contato