Clareamento: Tipos, Indicações e restrições

Dr. SérgioKignel, Odontologia

Publicado em 26/10/2017 - Atualizado em 14/06/2021



Na sociedade moderna a aparência é de suma importância e exige cada vez mais um novo padrão de beleza do sorriso e este traduz-se por dentes claros, bem contornados e corretamente alinhados. O clareamento dental é um dos tratamentos estéticos mais realizados nos consultórios dentários. A principal razão é o fato de fornecer facilidade e rapidez para alcançarmos dentes mais brancos e estéticos, aliado a isso é a modalidade de tratamento mais conservadora, por manter intactas as estruturas dentárias.

O dente é um elemento policromático e sua cor é estabelecida pelo esmalte que é translucido e pela dentina resultando em uma coloração amarelada. Diversos fatores podem causar o escurecimento dos dentes e assim o adequado diagnóstico e planejamento (que pode associar uma ou mais técnicas) é que  determina um melhor prognóstico.

Algumas manchas, como as causadas pelo uso da tetraciclina e fluorose, não tem bom prognóstico e devemos lembrar que as restaurações já existentes não clareiam. As que tem melhor resultado, felizmente a grande maioria, são causadas por consumo abusivo de chá, café, vinho, açaí, cigarro, bebidas e alimentos com corantes.

O que faz os dentes ficarem branquinhos são dois princípios ativos: o peróxido de carbamida e o peróxido de hidrogênio, que promovem o clareamento através da oxidação de compostos orgânicos, sendo que a aplicação pode ser caseira ou realizada em consultório.

Na primeira forma o paciente usa uma moldeira contendo o gel clareador em sua casa, sob supervisão do dentista. Esse método é mais econômico e menos agressivo para o paciente, porém os resultados demoram mais para aparecer.

O clareamento no consultório é realizado diretamente pelo dentista (podendo ou não incluir o laser) e apresenta resultados mais rápidos e custo mais elevado.

Existe também a possibilidade de aliar o caseiro e o profissional, apresenta maior vantagem e conforto para o paciente, trazendo resultados melhores e mais rápidos.

O clareamento dental pode causar um pouco de dor ou hipersensibilidade dentinária. Geralmente a suspensão do tratamento e o uso de pastas desenssibilizantes é suficiente. O contato com seu dentista sempre é recomendado.

Deixe um comentário

Comentários:

12/03/2019 - 22:33:36
Felipe dos Santos disse:
Muito bom a cópia do texto, parece eu fazendo trabalho da escola. disse:

COPYRIGHT

© BrazilHealth

LINKS IMPORTANTES

Home

Heads

Vídeos e Artigos

Médicos e Outros Profissionais

Parceiros

Contato