logo
BrazilHealth
Fazer login
Home  >  Videos e artigos  >  Forever Young
Forever Young

Dr. Otávio Celso Eluf Gebara, Cardiologia
Publicado em 28/09/2017 - Atualizado em 10/12/2018



Graças aos avanços da medicina, a longevidade da humanidade tem aumentado progressivamente. A expectativa de vida da população brasileira aumentou mais de 20 anos nas últimas décadas, e hoje, esta por volta de 74 anos, em média. Dizem que a pessoa que vai viver até os 150 anos já nasceu em algum lugar do mundo.

Como foi conseguido tal avanço? Isso se atribuiu ao controle de doenças infecto-contagiosas (vacinas e antibióticos), e controle de doenças cardiovasculares. De fato as doenças cardiovasculares aumentam com o envelhecimento, mas a boa notícia é que com o controle de fatores de risco tais como a pressão alta, colesterol elevado, diabetes, sedentarismo e orientação dietética adequada, conseguiu-se grande redução de infarto e acidentes vasculares cerebrais. A crescente obesidade vem na contra-mão da história e pode causar grandes problemas de saúde.

O câncer ainda desafia a medicina, pois o tratamento conseguiu aumentar a chance de cura e a longevidade, mas o número de casos novos ainda é crescente.

O mapeamento genético esta ganhando terreno como uma poderosa ferramenta que vai permitir mapear a tendência a doenças futuras, e quem sabe, também atuar na prevenção ou tratamento mais individualizado delas. O futuro está chegando, e rápido.

Por enquanto vamos ao que realmente funciona em todas a idades:

-Estilo de vida saudável (alimentação e atividade física regular),

-Exames periódicos para identificar fatores de risco e atuar sobre eles com orientação profissional

-Cuidar de forma inteligente do tempo (fazer coisas de que gosta e ter tempo para lazer).

-Ter um bom médico que acompanhe sua vida ajuda muito.

-Pílulas que prometem a cura de todos os males ainda não exisem.

Amar a vida sem dúvida é fundamental para ser eternamente jovem (de corpo e alma).

Deixe um comentário
Foto
Comentários
BrazilHealth
Mais Lidos
Corte no dedo: O que fazer? - Prof. Dr. Alvaro Cho
O corte no dedo é um dos principais acidentes domésticos do dia-a-dia. Os cortes ocorrem nas mais va...

O PSA após a cirurgia ou a Radioterapia - Dr. Fernando Maluf
Você sabe qual é o valor do PSA que indica a volta do tumor após a cirurgia? Será que o PSA associad...

O que é Medicina Integrativa? - Editorial
Na contramão da medicina tradicional e ortodoxa, terapias alternativas estão ganhando cada vez mais ...

Diferença entre limpar e umidificar o nariz. - Dr. Paulo Mendes Jr
Você sabe a diferença entre limpar, umidificar e aliviar o nariz? Especialista explica qual o melhor...


Relacionados
Desnutrição Hospitalar - Dr. Dan Linetzky Waitzberg
Estudo aponta o impacto da desnutrição clínica nos pacientes internados e em home care. Apesar da gr...

Osteoporose - Causas, sintomas e tratamento - Prof. Dr. Moisés Cohen
Essa semana falaremos sobre osteoporose. E para abrir essa série, convidamos o ortopedista, Dr. Mois...

Compartilhar maquiagem pode causar doenças? - Dra. Rosana Richtmann
A médica Rosana Richtmann, infectologista do Hospital Emílio Ribas, responde: “Os casos são raríssim...

Desvendando 8 Mitos sobre Intolerância à Lactose - Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição
Muitos mitos sobre a lactose vem sendo publicados. A retirada do leite e derivados da dieta sem nece...

BrazilHealth