logo
BrazilHealth
Fazer login
Home  >  Videos e artigos  >  Você já ouviu falar em Dry Needling?
Você já ouviu falar em Dry Needling?

Prof. Dr. Bruno Berselli , Fisioterapia
Publicado em 13/07/2017 - Atualizado em 21/08/2019



Pois é essa nova técnica q chegou e vem conquistando muitos adeptos pelo seu grande poder de resolver dores irradiadas.


O dry needling consiste na aplicação de agulhas em pontos gatilhos (pontos dolorosos) que já estão pré-determinados por um mapeamento feito pela médica americana Janet Graeme Travell, M.D., em 1920.

A técnica é realizada com agulhas de acupuntura mas tome cuidado porque não é a mesma coisa. Na técnica do dry needling a agulha não pode permanecer inserida no paciente por longo tempo, ela é retirada imediatamente após se atingir as respostas do estímulo do ponto gatilho ou seja, a aplicação dura cerca de 5 segundos em cada ponto. Outro fator que diferencia é que a aplicação é feita de acordo com a característica da dor que tem um padrão, perfil para ser indicado o agulhamento, já na acupuntura a avaliação é feita pela análise de pulso e língua observando assim os meridianos para saber se estão com excesso ou falta de energia.

O agulhamento é feito sempre com agulhas descartáveis e a aplicação deve ser a mais direta e precisa possível. Para isso o fisioterapeuta deve ter conhecimentos sobre padrão de dor e biomecânica para ter o reconhecimento do fator mecânico que gera o ponto gatilho.

Mas a terapia não se encerra aí, o agulhamento é só o começo, principalmente se a dor for crônica, ou seja, com mais de 3 meses de duração. Nesse caso o fisioterapeuta precisa reestabelecer o padrão cognitivo comportamental através de atividade física ou de propostas de mudança de perfil de comportamento.

É aí que o fator multi-profissional entra em ação e parcerias com um psicólogo e um educador físico se tornam fundamentais para se estabelecer um programa de qualidade de vida para o paciente. Nessa nova rotina o paciente aprende a tomar as devidas precauções que evitarão o retorno da dor.

Os resultados desta técnica são incríveis para os diagnósticos de dor irradiada por ponto gatilho, as pessoas se surpreendem muito com a forma rápida de diminuição da dor e com a velocidade da volta às atividades do dia a dia.

Deixe um comentário
Foto
Comentários
  1. Alex Fernandes procure a lei do coffito aí você vai ter a resposta, além do mais o fisioterapeuta conhece bem a biomecânica não é qualquer um que pode aplicar pois se atingir alguma artéria, nervo tem que saber anatomia humana e a biomecânica.

  2. Queria saber pq só fala fisioterapeuta, qualquer um apto pode fazer, não é exclusividade de fisioterapeuta, a agulha permanece durante 1 minuto em qualquer, só tirar antes se houver grande desconforto.

  3. Quero saber mais sobre essa técnica.

  4. Preciso fazer uma correção. A agulha pode ficar por mais tempo! Depende do Objetivo do Fisioteapeuta. Podemos usar dos dois jeitos curto e longo prazo (15min).

BrazilHealth
Mais Lidos
11 alimentos que reduzem o colesterol - Harvard Medical School
Recentemente cardiologistas brasileiros estabeleceram valores mais rígidos de colesterol ruim. Conhe...

Corte no dedo: O que fazer? - Prof. Dr. Alvaro Cho
O corte no dedo é um dos principais acidentes domésticos do dia-a-dia. Os cortes ocorrem nas mais va...

O PSA após a cirurgia ou a Radioterapia - Dr. Fernando Maluf
Você sabe qual é o valor do PSA que indica a volta do tumor após a cirurgia? Será que o PSA associad...

Substituição da Válvula Mitral e Aórtica - Dr. Jose Armando Mangione
A cirurgia para a substituição da válvula aórtica é um procedimento que vem ganhando cada vez mais e...


Relacionados
Cuidados com a saúde ocular em cada fase da vida - Conselho Brasileiro de Oftalmologia
O Conselho Brasileiro de Oftalmologia fez uma lista de cuidados com a saúde ocular para cada fase da...

Junho - Mês da Luta contra o Melanoma - Dra. Ana Maria Fagundes Sortino
O Melanoma ganha destaque nesse mês. Vale a pena conhecer melhor esse tumor, aprendendo a preveni-lo...

Álcool e idade: uma combinação arriscada - Harvard Medical School
É comum as pessoas beberem menos à medida que envelhecem. Mas aqueles que bebem muito ao longo da vi...

Microbiota, intestino e saúde - Dr. Filippo Pedrinola
Para fechar a semana sobre Medicina Integrativa convidamos o endocrinologista Dr. Filippo Pedrinola ...

BrazilHealth