logo
BrazilHealth
Fazer login
Home  >  Videos e artigos  >  Verdades sobre "gordura no fígado"e risco cardíaco
Verdades sobre "gordura no fígado"e risco cardíaco

Dr. Anderson Rodrigues de Oliveira, Cardiologia
Publicado em 15/06/2017 - Atualizado em 23/07/2019



 

1. OBESIDADE: 

Epidemia mundial, a qual exige, urgentemente, ações mais efetivas para minimizar os riscos deste importante fator de risco cardiovascular!

Sobrepeso e obesidade aumentam o risco da ocorrência de diversos agravos/complicações:

. Síndrome metabólica, diabetes,

. Infarto, derrames,

. “Gordura no fígado” (esteatose hepática) e

. Vários tipos de câncer.

 

2. “GORDURA NO FÍGADO”: 

Acomete grande parte da população mundial e relaciona-se com aumento do risco cardíaco.

10-20% dos portadores de “gordura no fígado” (esteatose hepática) podem evoluir para EHNA (esteatoepatite não alcoólica).

A EHNA está presente em 3-5% da população mundial. 

E, muito grave, 5% dos portadores de EHNA podem evoluir para cirrose hepática!!

 

3. DOENÇA HEPÁTICA GORDUROSA NÃO ALCOÓLICA (DHGNA):

A presença de Doença Hepática Gordurosa implica em maior risco de doenças cardiovasculares.

Prevalência de DHGNA nas populações:

. Está presente em 20% da população global.

. Em 80% dos diabéticos!

. Em 50% dos portadores de DLP (dislipidemias: alterações no colesterol ou triglicerídeos)!

. E em 90% dos obesos mórbidos!!

DHGNA consiste numa condição clínica que inclui “gordura no fígado” e esteatoepatite.

A DHGNA pode ou não evoluir para cirrose!

Vale ressaltar que alguns destes casos de cirrose podem, ainda, evoluir para hepatocardinoma (“câncer no fígado”).

A taxa de mortalidade em portadores de DHGNA: é maior que na população geral!

 

4. RISCO CARDÍACO:

Chama a atenção: doenças cardiovasculares (infartos e derrames) e “gordura no fígado” têm fatores de risco semelhantes (obesidade, diabetes, hipertensão arterial, dislipidemias).

Seu médico avaliará seu risco cardiovascular para que possa empreender o melhor tratamento para sua saúde!

Nesta estratificação do RCV, conforme seu médico e as diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 04 passos são fundamentais:

. Detectar a possibilidade de “entupimentos” (doença aterosclerótica),

. Aplicação do Escore de Risco de Framingham,

. Identificar fatores de risco agravantes, e

. Definir as metas de tratamento e reavaliação do RCV.

 

5. TRATAMENTOS:

Existem terapias seguras para a obesidade, a síndrome metabólica e para a DHGNA.

O tratamento é pautado, principalmente, em aspectos comportamentais: MEV (Mudança no Estilo de Vida):

. Hábitos alimentares saudáveis,

. Atividade física regularmente (após avaliação de seu médico assistente),

. Perda ponderal e manutenção de peso saudável!

Deixe um comentário
Foto
Comentários
  1. Tou com gordura no ficado e tou preocupada ,q devo fazer qual minha alimentação ,li e gostei do artigo parabens

  2. Estou com gordura no fígado Confesso...que ISSO tá me assustando,ainda sou fumante ?? gostaria de saber,qual risco ,que corro ,e como acabar com isso Obrigada

  3. Um excelente conteúdo! Com um texto bem informativo e interessante. Gostaria de deixar uma leitura complementar sobre um medicamento que pode tratar do fígado e etc, caso tenha interesse: https://www.drentrega.com.br/bem-estar/dores-e-sintomas/silimarina-nomes-comerciais-posologia-e-muito-mais

  4. 5VBztK http://www.LnAJ7K8QSpfMO2wQ8gO.com

BrazilHealth
Mais Lidos
Corte no dedo: O que fazer? - Prof. Dr. Alvaro Cho
O corte no dedo é um dos principais acidentes domésticos do dia-a-dia. Os cortes ocorrem nas mais va...

11 alimentos que reduzem o colesterol - Harvard Medical School
Recentemente cardiologistas brasileiros estabeleceram valores mais rígidos de colesterol ruim. Conhe...

O PSA após a cirurgia ou a Radioterapia - Dr. Fernando Maluf
Você sabe qual é o valor do PSA que indica a volta do tumor após a cirurgia? Será que o PSA associad...

Substituição da Válvula Mitral e Aórtica - Dr. Jose Armando Mangione
A cirurgia para a substituição da válvula aórtica é um procedimento que vem ganhando cada vez mais e...


Relacionados
Saiba as vantagens e desvantagens da quimioterapia - Dr. Fernando Maluf
Entenda quando a quimioterapia é indicada, os diferentes tipos, os efeitos colaterais mais comuns e ...

Tecnologia na Prática de Atividade Física - Dr. Claudio Pavanelli
A evolução tecnológica no auxílio da prática de atividade física. Você utiliza a tecnologia a favor ...

Congelamento de Óvulos - Perguntas mais comuns - Prof. Dr. Carlos Alberto Petta
Cada vez mais as mulheres decidem ter filhos mais velhas. Encontre aqui as respostas para as pergunt...

10 Dicas para que pensa em fazer um IronMan - Dr. Gustavo Magliocca
Convidamos o Dr. Gustavo Magliocca, uma das maiores referências da Medicina do Esporte do país para ...

BrazilHealth